Pages

Subscribe:

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Vamos racionalizar!


Usar racionalmente a energia não significa diminuir a sua qualidade, mas sim usar de forma mais eficiente.

Estratégias que venham a otimizar o uso é bem vinda na luta quanto ao susto que levamos todas as vezes que recebemos a fatura da energia.,
Estratégias hoje disponíveis no mercado são imensas, mas vamos exemplificar de uma maneira simples o que pode ser realizado de imediato em uma edificação para diminuição no consumo de energia.
Primeiramente, os hábitos dos usuários deve ser levado em consideração, pois de nada adianta a edificação possuir aparelhos super eficientes e possuir sistemas de gerenciamento e controle da energia se o usuário tem o hábito de deixar iluminações acesas em ambientes sem ocupação, utilizar demasiadamente equipamentos que elevam a demanda em horários de pico como por exemplo chuveiros elétricos e condicionadores de ar, é preciso haver uma conscientização neste sentido.
O emprego de sistemas economizadores de energia também ajudam a manter a economia no caso de usuários "esquecidos", pois sensores acionam as luminárias somente na presença de pessoas no ambiente, bem como os sensores de luminosidade atuam de maneira sincronizada com a iluminação artificial e natural.
Para a gestão desta energia, o uso de sistemas inteligentes dentro de uma edificação que venha a integrar todos os sistemas ajudam a controlar o uso dos aparelhos eletroeletronicos, e demais equipamentos como o som, as persianas motorizadas, o condicionador de ar, equipamentos que utilizam da energia elétrica. 
São inúmeras as possibilidades de usar racionalmente a energia, basta somente conscientizar esta necessidade dentro dos hábitos dos usuários sejam em residências, comércios ou órgãos públicos.



Obrigada pela visita!

Carmelina Suquerê